> /script> >
ॐ - O tempo passa , o corpo envelhece , tudo muda , mais a questão de mudar o que você é depende só de você . ॐ ☮ Aline ☮
Wats App- (64) 9293-4903
Good Vibes ॐ ☮
Facebook askbox Instagram Ask.Fm
1 2 3

Se a felicidade entrar, não deixe ela sair. √
#sabadão

Há 2 dias 0 notas · reblog

Disbar:

following back everyone until i find a tumblr bf♡

Olha só pra você, ai, perdido, como se já não esperasse mais nada, como se já tivesse matado leões com as próprias mãos, e achado melhor descansar, pela sorte de estar vivo. Não há sorte em estar vivo, você faz a sua sorte, mesmo que custe sua vida. Você é bom, quem te disse o contrário disso? Você pensa que eu não sei o que é pensar que está sempre fracassando? Eu sei, eu sinto isso. Eu erro igual qualquer outro que tenha a chance. Você não precisa da minha ajuda, ou do conforto das palavras que eu posso te oferecer. Apenas, acredite mais, talvez você não saiba, mas é possível derrubar montanhas usando os punhos, tocar as nuvens e ignorar toda essa dúzia de lógicas baratas que enchem livros e fazem as bibliotecas bocejar. Não estou aqui para dizer que é fácil, só quis te lembrar que ainda há tempo de ser imbatível - diferente do que dizem, essa geração não está perdida, apenas esquecida de que há caminhos não explorados. Não deixem as lendas do passado falarem alto que são insuperáveis. Porque jamais serão ao menos que você os deixe ser.
Sean Wilhelm.  (via autografia)
Abraçou-me. Tinha cheiro de mar. Do mar que não há nesta cidade. Pedi que ficasse, como não ficou o outro. Mas não o suportaria, acrescentei a seguir. Sorriu. Como se nada que eu pudesse dizer fosse capaz de modificar sua partida. Ainda chove, tentei dizer. Não importa, será melhor assim, repetia sua mão estendida. Passou-a devagar na minha face. Eu era uma coisa pequena, rastejante e sem Deus, caminhando no escuro lamacento à procura apenas de qualquer gesto como o toque de uma mão humana, devagar na minha face. Ele tocou. Calçou os sapatos, apanhou o chapéu. Eu quis dizer que poderia ocupar o segundo quarto – a segunda cama, segunda vida – talvez para sempre. Eu estava tão vivo que qualquer outra coisa também viva e próxima merecia minha mão estendida, oferecendo. Estendi a mão. Ele não podia aceitá-la. Eu não devia estendê-la.
Caio Fernando Abreu.   (via expurgar)

sarajxne:

following back similar blogs xx

FUTURASUICIDA © t> > > pt> ript> ipt>